“Direito e Medicina tornam a UEG uma universidade completa”, diz reitor

A Universidade Estadual de Goiás (UEG) e o Governo de Goiás lançaram nesta semana quatro cursos de Direito e um de Medicina em cinco municípios, ampliando o leque de oportunidades aos goianos. “Direito e Medicina agora tornam a UEG uma universidade completa” afirmou, na quarta-feira, 13, o reitor da Instituição, professor Haroldo Reimer, em Uruaçu.

Horas depois, já em Goiânia, ocorreu também a cerimônia de lançamento do curso de Direito do câmpus UEG Aparecida de Goiânia. Na mesma ocasião foi prestada uma homenagem ao câmpus, pela conquista do 6º Prêmio Nacional de Educação Fiscal (saiba mais).

Cerimônias de lançamento de cursos já haviam sido realizadas também em Palmeiras de Goiás, na segunda-feira, 11, Pires do Rio e Morrinhos, na terça-feira, 13. Itumbiara ainda na terça-feira, recebeu o curso de Medicina (leia aqui).

Contratação de professores

As aulas para as novas turmas deverão ter início no segundo semestre de 2018, atendendo a mais 175 universitários. As turmas de Direito em cada câmpus terão 40 alunos – exceto Aparecida de Goiânia, que contará com 50. Medicina, em Itumbiara, terá 25 alunos. O edital do concurso para contratação de professores já foi lançado, na quarta-feira, 13 (confira).

Na manhã de quarta-feira, Uruaçu recebeu oficialmente o novo curso, com a assinatura do reitor, que representou o governador Marconi Perillo no evento. “Agora, temos cursos em todas as áreas”, acrescentou Haroldo Reimer, em seu discurso. “É claro que nossa origem, de formação de professores e professoras, vai continuar”, ressaltou, ao lembrar que a UEG é a universidade com maior número de cursos de licenciatura no País. São 77 cursos presenciais e mais dois a distância.

Para o reitor, o evento representa importante evolução da UEG, pioneira na reserva no sistema de cotas. “Hoje é um dia de alegria, pois o norte goiano alcançou seu primeiro curso de Direito, público, gratuito, de qualidade ao acesso dos jovens goianos”, disse o professor a um público de autoridades, servidores da UEG e comunidade local, no pátio do câmpus local.

Escola pública

Ele lembrou que Universidade, desde a sua origem, tem em suas salas 80% dos alunos oriundos da escola pública. O prefeito de Uruaçu, Walmir Pedro Tereza, e a deputada Eliane Pinheiro, presentes ao evento, fizeram parte desses alunos.

O prefeito, que parou de estudar no terceiro ano do ensino básico, voltou à escola aos 17 anos e se formou em História, no câmpus local. A deputada concluiu o ensino médio também aos 17 anos e só retomou os estudos aos 35 anos, quando passou no vestibular da UEG.

Em seu discurso, o reitor fez questão de destacar o trabalho da protofessora Marly Carrijo, que foi diretora na unidade por dois mandatos, e do professor Edson Arantes Júnior, diretor reeleito do câmpus. No evento, foi assinado também o termo de doação à UEG, pela prefeitura local, de um terreno anexo ao prédio do câmpus.

Palmeiras, Pires de Rio e Morrinhos

O tour de lançamento de cursos começou na segunda-feira, 11, em Palmeiras de Goiás (leia aqui). Em Pires do Rio, o curso de Direito também foi lançado na terça-feira, 12, com a presença do governador Marconi Perillo, da prefeita Cleide Veloso, do deputado federal Giuseppe Vecci, do deputado estadual Gustavo Sebba, do diretor do Câmpus, Mamede Leão e de outras autoridades.

Em seu discurso, o governador disse que o curso será um divisor de águas para a cidade. Segundo ele, se Pires do Rio “já é uma cidade acolhedora, próspera, desenvolvida, com indústrias importantes, agora passará a ser uma cidade universitária”.

Em Morrinhos, além do lançamento oficial, foi assinado termo de doação de RS 100 mil para que seja montada a biblioteca do curso de Direito. “(Trazer o curso) foi um trabalho árduo de muitos atores, tanto da esfera acadêmica quanto da política. E esse curso (...) será mais um motivo de orgulho para os goianos”, disse a diretora do câmpus, Marcília Romano.

 (CeCom|UEG)

Notícia publicada em 14/12/2017