Encontro fortalece formação de Rede de Cultura em Goiás

No dia 5 de junho foi realizada uma reunião da Rede de Cultura das Instituições Públicas de Ensino Superior (Ipes), com representantes das UFG, Instituto Federal de Goiás, Instituto Federal Goiano, Universidade Estadual de Goiás e do Fórum de Arte e Educação em Goiás. O objetivo é construir uma rede entre as instituições e professores parceiros para promover e fortalecer as ações de arte e cultura no estado. As reuniões são realizadas mensalmente visando a construção de ações conjuntas para médio e longo prazo.

Nesse quinto encontro, os participantes apresentaram um panorama da realidade da arte e cultura em suas instituições e discutiram os caminhos para o estabelecimento de pontes e compartilhamento de ações. A pró-reitora adjunta de Cultura e Extensão da UFG, e também anfitriã do encontro, Flávia Maria Cruvinel, destacou que entende as Instituições Públicas de Ensino Superior (IPES) como plataformas culturais. Segundo ela, a partir dessa perspectiva muito pode ser feito. "Queremos estabelecer quem somos enquanto redes e o que podemos fazer com os recursos humanos e físicos que temos", afirmou. "Nós existimos enquanto rede, mas precisamos ir articulando os projetos aos poucos", concluiu.

A professora Alice Fátima Martins, da Faculdade de Artes Visuais/UFG, reiteirou que o fortalecimento das parcerias é fundamental. "Quando não temos financiamento e a precariedade se apresenta, o caminho é verificar o quanto o pouco de cada um unido pode gerar algo maior", frisou. 

Somando aos representantes das Instituições de Ensino Público Superior participantes, o professor Marcelo Costa, coordenador do Cria Lab|UEG e Ademário Neto, coordenador de Cultura da Pró-reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos Estudantis da UEG, representaram a instituição. 

Ademário apresentou o panorama da extensão na UEG com mais de 800 projetos em andamento, além do recorte para os projetos culturais. O destaque foi para o grande número de projetos culturais no campo da literatura e do cinema.

A convite da pró-reitora, professora Sueli Martins, o professor Marcelo Costa apresentou os projetos culturais desenvolvidos pelo Cria Lab|UEG no Câmpus Goiânia-Laranjeiras com estudantes do curso de Cinema e Audiovisual. Os projetos vão desde ações de formação em audiovisual por meio de oficinas com o uso de aparelhos de telefone celular em escolas públicas até a realização de exposição fotográfica acessível para diversas modalidades de deficiência. "O Cria Lab tem sido um ponto de encontro de pesquisadores, estudantes e instituições que querem produzir cultura acessível e criativa. Nesse momento em que o papel das universidades é questionado, as ações de cultura e de extensão são fundamentais para conectar as instituições com o mundo para além de seus muros. Somar as forças das instituições públicas de ensino superior de Goiás é fundamental para continuarmos nossa travessia nesse momento de crise", disse o professor durante sua exposição. Os projetos do Laboratório podem ser acessados pelo www.cria.ueg.br

Ao final do encontro, o grupo de trabalho estabeleceu cronograma de atividades com o objetivo de realizar atividades culturais de forma colaborativa e interinstitucional. 

 

(Texto: Caroline Pires| Secom|UFG. Foto: Carlos Siqueira| CeCom| UEG)

Notícia publicada em 10/06/2019