UEG faz importante participação na 20ª edição do FICA

Uma grande quantidade de alunos, egressos e docentes do Curso de Graduação em Cinema e Audiovisual e da Especialização em Cinema e Audiovisual: Linguagens e Processos de realização, da Universidade Estadual de Goiás (UEG), participam da programação da 20ª edição do Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (FICA), realizado entre os dias 05 e 10 de junho, na Cidade de Goiás.

Para a mostra competitiva - médias e curtas-metragens, foram selecionados 16 filmes de diversos países. Desses, três são de egressos da UEG: A câmera de João, dirigido por Tothi Cardoso, A viagem de Ícaro, dirigido por Kaco Olímpio e Larissa Fernandes e O malabarista, dirigido por Iuri Moreno.

Outra mostra que ocorreu durante o FICA foi a 16ª ABD Cine Goiás, destinada ao cinema goiano. Para ela, foram selecionados 20 curtas-metragens, dos quais sete foram dirigidos por estudantes e egressos da UEG.

Os filmes foram: Alô, maman, dirigido por Michely Ascari, Kris Bronze, dirigido por Larry Machado, A Câmera de João, dirigido por Tothi Cardoso, A piscina de Caíque, dirigido por Raphael Gustavo da Silva, A Viagem de Ícaro, dirigido por Kaco Olímpio e Larissa Fernandes, Peste Pixel, dirigido por Pedro Gomes e O Malabarista, dirigido por Iuri Moreno.

Destaca-se ainda a participação da estudante de cinema e audiovisual, Bruna Chamelet, no filme experimental Tempo das coisas (dir. Anna Carolline), montado e editado por ela.

A UEG também teve participação na curadoria e no júri do Festival. Os egressos Ludielma Laurentino e Benedito Ferreira e a professora Ceiça Ferreira do Curso de Cinema e Audiovisual fizeram parte do júri de seleção da mostra competitiva.

O estudante do 3º período, Erik Ely, integrou o júri jovem da mostra competitiva. E os professores Rafael de Almeida e Geórgia Cynara também compuseram o júri de premiação da segunda mostra Saneago de filmes temáticos sobre a água.

Durante o FICA também ocorreu a 7ª edição do Laboratório Permanente de Roteiros e Projetos, realizado pela Associação Brasileira de Documentaristas e Curta-Metragistas - Seção Goiás (ABD-GO). A estudante de Cinema e Audiovisual, Silvana Silva, teve seu roteiro de curta-metragem O Duplo selecionado para o laboratório.

Filmes de egressos são premiados

No último domingo (10), filmes de egressos da especialização em Cinema e Audiovisual: Linguagens e Processos de Realização e da graduação em Cinema e Audiovisual, da UEG, receberam nove prêmios na 16ª ABD Cine Goiás.

O filme mais premiado da mostra foi A Piscina de Caíque, dirigido por Raphael Gustavo, egresso da especialização. A ficção recebeu quatro prêmios: melhor atriz (Eliana Santos), melhor trilha (Thiago Camargo), melhor roteiro (Raphael Gustavo) e melhor ficção (Raphael Gustavo). O filme teve o roteiro trabalhado no Laboratório de Roteiro ABD do Fica 2017.

Outro filme premiado foi A viagem de Ícaro, dirigido por Larissa Fernandes, egressa da graduação, e Kaco Olímpio, egresso da graduação e da especialização. Os prêmios são o de melhor montagem/edição (Luciano Evangelista, também egresso da especialização) e o de melhor ator (Washington da Conceição).

Além das duas ficções, outro filme premiado é o documentário Kris Bronze, cuja direção é de Larry Machado, egresso da graduação em Cinema e Audiovisual. O filme, que foi produzido para o Trabalho de Conclusão de Curso, recebeu dois prêmios: o de melhor documentário e o de melhor direção.

Já a animação O Malabarista, dirigido por Iuri Moreno, egresso da pós-graduação, recebeu o prêmio de melhor animação.

Os prêmios, cada um no valor de R$7.500,00, foram entregues aos vencedores nas categorias de melhor atriz, ator, som, trilha sonora original, montagem/edição, direção de arte, direção de fotografia e roteiro. Nas categorias de melhor direção e de melhores filmes (ficção, documental, experimental e animação) foram entregues troféus e prêmios de R$12 mil.

 

(Adriana Rodrigues com colaboração de Letícia Gouveia | CeCom| LIS|UEG)

Notícia publicada em 12/06/2018