Estado de Goiás

Mestrados apontam êxitos do Cear junto à comunidade acadêmica  

Superando o estigma que, erroneamente, tenta apontar diferenças entre o ensino não presencial e o presencial, alunos do Centro de Ensino e Aprendizagem em Rede da Universidade Estadual de Goiás (Cear|UEG) têm mostrado sucesso em processos seletivos de pós-graduação - tanto lato quanto stricto sensu - e em concursos públicos. Gilmara Barbosa de Jesus é a mais nova representante desse grupo.

Aluna da graduação pela UEG e pelo Cear, ela foi aprovada no Programa Interdisciplinar em Educação, Linguagem e Tecnologias (Mielt) no segundo semestre de 2017. Gilmara exprime a superação diária que é conquistar um diploma de nível superior e manter a continuidade após o bacharelado. “Nesses últimos semestres, o curso foi primordial para a minha formação e até mesmo atuação profissional”, expôs.

Além dos esforços individuais, Gilmara também denotou a importância da qualidade do ensino oferecido no Cear: “O nosso tutor no curso, por exemplo, nos motiva sempre a pesquisar e a nunca parar de aprender, além de procurar novos desafios”. A qualidade docente indicada por Gilmara está vinculada à ênfase da Universidade na qualificação de seus colaboradores técnicos, professores e tutores.

Tutores
Tutor no curso de Administração Pública, Clayton Corrêa de Almeida é também um dos novos mestrandos do Cear. Já Paulo Roberto Bento, egresso da 1ª turma do curso de Administração Pública, concluiu seu mestrado no Distrito Federal. Entre tutores, coordenadores e professores, o Cear atualmente conta com 6 doutores, 24 mestres e 10 especialistas.

O destaque entre os selecionados neste nível de formação é de Lilian Cristina (foto), colaboradora da equipe de Desenho Educacional no Cear. Também selecionada para o programa do Mielt, com um projeto voltado à tecnologia de educação inclusiva para deficientes visuais em dispositivos móveis, Lilian está no corpo técnico do Cear desde 2007 e coleciona elogios de toda a equipe.

O diretor do Cear, Valter Campos, ressalta a qualidade da atuação da colaboradora que, ao longo do período no Cear, cursou duas especializações em psicopedagogia e vem atuando no âmbito da acessibilidade de pessoas com deficiências às plataformas de ensino a distância. Wanessa Costa, gestora da equipe de Desenho Educacional, reforça a superação cotidiana de Lilian: “Ela superou todas as nossas expectativas quanto à sua atuação profissional e acadêmica. É uma pessoa ímpar”, afirmou a gestora.


(Anna Carolina Mendes | Cear|UEG)

 

 

Notícia publicada em 03/01/2018
BR 153 Quadra Área, Km 99, Anápolis-Goiás