Estado de Goiás

Projeto de Educação Fiscal do Câmpus Aparecida vence prêmio nacional  

IMG20171130WA0003
O projeto Educação fiscal: um caminho para a coesão fiscal do Câmpus de Aparecida de Goiânia da Universidade Estadual de Goiás (UEG) conquistou o primeiro lugar na 6ª edição do Prêmio Nacional de Educação Fiscal.

A solenidade de premiação ocorreu ontem, 29, no Estádio Nacional de Brasília, e o Projeto do Câmpus de Aparecida de Goiânia foi contemplado com 10 mil reais.

A idealizadora do Projeto, professora Flávia Aline Vely Lopes, que faleceu em junho desse ano, recebeu uma homenagem da Federação Brasileira de Associações de Fiscais de Tributos Estaduais (Febrafite) e o Programa Nacional de Educação Fiscal (Pnef), por ser “uma guerreira da Educação Fiscal e da Consciência Cidadã”.

A professora Maria Lucia Pacheco, diretora do Câmpus Aparecida de Goiânia, parabenizou os alunos e professores participantes do projeto e destacou a importância da conquista de um prêmio a nível nacional: "O primeiro lugar contribui ainda mais para demonstrar o potencial dessa renomada instituição, a Universidade Estadual de Goiás".

Maria Lucia ainda mencionou que uma parcela do valor do prêmio será destinado a uma homenagem in memória para a idealizadora do projeto. "Isso já tínhamos combinado caso ganhássemos".

O projeto da UEG estava inscrito na categoria Instituições e concorreu com duas prefeituras e uma secretaria municipal de educação.

A edição 2017 do prêmio recebeu mais de 160 projetos de 16 Estados e do Distrito Federal, entre escolas, Prefeituras Municipais, universidades e pessoas jurídicas que desenvolvem, diretamente, projetos voltados à área da educação fiscal em suas comunidades locais.

O prêmio é promovido pela Febrafite em parceria com o Pnef e com a Escola de Administração Fazendária (Esaf), e tem por objetivo valorizar as melhores práticas de educação fiscal do país, que ressaltam a importância social dos tributos e sua correta aplicação em benefício da coletividade.

O projeto
Iniciado em 2015 pela professora Flávia Aline, no Câmpus Sanclerlândia, da UEG, o Projeto é desenvolvido no Câmpus Aparecida de Goiânia desde 2016 por professores e estudantes do curso de Ciências Contábeis.

O Educação fiscal: um caminho para a coesão fiscal promove aulas, seminários, esquetes teatrais, entre outra atividades, para alunos do ensino fundamental e médio de Aparecida de Goiânia, servidores públicos e comunidade universitária da UEG. O Projeto também formou um Grupo de Educação Fiscal Municipal.

Atualmente o projeto é coordenado pelo professor Paulo Divino Cézar Braga.

(Adriana Rodrigues | CECom|UEG)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Notícia publicada em 30/11/2017
BR 153 Quadra Área, Km 99, Anápolis-Goiás