Estado de Goiás

Bolsistas recebem treinamento para auxiliar editoração de revistas científicas da UEG  

A Coordenação de Projetos e Publicações da Universidade Estadual de Goiás (UEG) realizou na última sexta-feira, 04, um treinamento com bolsistas de apoio e com os editores das revistas científicas da instituição.

Os bolsistas receberam treinamento sobre o sistema de editoração eletrônica OJS (Open Jornal System), um software internacional de publicação de periódicos acadêmicos, adotado pela UEG. O treinamento consistiu na explicação e demonstração do funcionamento completo do sistema, uma vez que os bolsistas são responsáveis por dar suporte aos editores nas atividades de rotina e em todas as etapas do processo de editoração eletrônica.

De acordo com a Coordenadora de Projetos e Publicações da UEG, Elisabete Tomoni, os bolsistas precisam estar inteirados com as rotinas pertinentes às atividades de editoração eletrônica para auxiliar não só os editores dos periódicos, mas também os autores dos trabalhos a serem publicados. Dessa forma, os alunos foram capacitados para lidar com a configuração da plataforma e com os trâmites da publicação, da submissão, edição e avaliação dos artigos à disponibilização do número para o leitor.

Para o treinamento, foram selecionados 15 bolsistas dos Câmpus CCET e CSH (Anápolis), Eseffego (Goiânia), Cora Coralina (Goiás), Inhumas, Pires do Rio, Iporá, Morrinhos, Porangatu e Itapuranga. O treinamento foi dirigido pela professora Elisabete Tomoni e pela bolsista do curso de Sistema de Informações, Viviane Gonçalves.  

Reunião de editores
Simultaneamente ao treinamento, foi realizada uma reunião entre os editores das revistas científicas da universidade e o assessor da Coordenação de Projetos e Publicações, Flávio Reis, que é o interlocutor entre os periódicos e a Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PrP|UEG). 

Entre as pautas do encontro, esteve a Política Editorial de Periódicos da UEG, que regulamenta a criação, inserção, exclusão, permanência e avaliação das revistas eletrônicas no portal de periódicos da UEG.

A reunião também tratou dos desafios enfrentados no dia a dia pelos editores, como as dificuldades operacionais do sistema e dos autores, os problemas de comunicação no processo de emissão de pareceres e as demandas relacionadas à submissão e revisão de trabalhos.

Ainda foram discutidas questões sobre o aprimoramento dos periódicos e os critérios da Capes para classificação das revistas científicas. Nesse sentido, Flávio Reis ressaltou a importância da titulação dos autores, do número razoável de artigos e da qualidade textual dos trabalhos para melhor avaliação das publicações.

Revista Ícone sobe de estrato na classificação Capes
A revista eletrônica Ícone, do curso de Letras do Câmpus São Luís de Montes Belos, passou do estrato B5 para B2 na avaliação de periódicos Qualis da Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior). A mudança ocorreu na última avaliação feita pela fundação.

A revista Ícone é um periódico semestral que teve o seu primeiro número publicado em dezembro de 2007.

               

(Texto:Adriana Rodrigues
Fotos:Marcos Rogério
CeCom|UEG)

Notícia publicada em 07/08/2017
BR 153 Quadra Área, Km 99, Anápolis-Goiás