Estado de Goiás

Encerramento do I Encontro de Diretores discute integração da UEG  

O último dia de discussões do I Encontro de Diretores da Universidade Estadual de Goiás (UEG) foi reservado à apresentação dos trabalhos e das equipes ligadas à administração central. As atividades dessa quinta-feira, 30, foram iniciadas pela Reitoria e pela Vice-Reitoria.

O reitor da UEG, professor Haroldo Reimer, agradeceu aos diretores pela perseverança e zelo ao acompanharem, com presteza e dedicação, o seminário, durante toda a semana. Ele pontuou ainda a necessidade de horizontalidade entre as diversas esferas do corpo universitário. “A relação hierárquica dentro da universidade deve ser superada, de forma que haja uma descentralização das responsabilidades e competências na comunidade interna”, disse.

Após essa apresentação inicial, os gestores ligados à Central de Bolsas evidenciaram a relação de benefícios oferecidos pela instituição. No início do ano passado, foi criado o programa próprio de bolsas da Universidade, com nove modalidades e um salto de 190 bolsas oferecidas, em 2012, para 1302 custeios implementados em 2013. De acordo com a coordenadora da Central, Aparecida Wruck, um dos objetivos é desenvolver as ações de extensão universitária e pesquisa, ampliando a interação com a sociedade.

Política de integração

A equipe da Ouvidoria reiterou a necessidade do uso do site (ueg.br), e das ferramentas disponibilizadas no endereço eletrônico por  docentes e discentes. “Com esse uso, relações mais democráticas, acessíveis e horizontais poderão ser traçadas em nossa comunidade interna”, explicou a vice-reitora da UEG, Valcêmia Novaes.

Também houve apresentações das equipes da Coordenação Geral de Relações Institucionais e Internacionais (CGRI), do Núcleo de Seleção e da Coordenação Geral de Comunicação (CGCom). Após o ciclo de exposições da manhã, os diretores de unidade manifestaram seus pontos de vista. Uma das questões abordadas foi encarar a comunicação como ferramenta de fortalecimento da Universidade.

Encerramento

Durante a tarde, a Pró-Reitoria de Planejamento, Gestão e Finanças – nas figuras do atual pró-reitor, José Antônio Moiana, e da ex pró-reitora, Sueli Freitas –  fez uma apresentação sobre as competências do departamento e sobre as conquistas alcançadas nos últimos anos.

Moiana e Sueli comentaram acerca da realidade das reformas e das construções de que a UEG necessita. “Nós temos 21 unidades licitadas para que façamos as rampas. A construção já deve começar nesse semestre. Temos três laboratórios já licitados. As obras serão iniciadas também rapidamente. Em fase de encaminhamento, para licitar, há reformas em dez unidades”, comentou o atual pró-reitor.

Já a ex pró-reitora apresentou o balanço dos últimos anos de sua gestão. “Durante o ano de 2013 foi feito um minucioso levantamento da situação de cada unidade. 2014 será o ano de regularizar tudo aquilo que precisa ser revisto. Licitar obra exige que a escrituração se dê de forma correta. Fizemos uma radiografia de tudo o que as unidades precisam. Todas as informações foram consolidadas para que a equipe de infraestrutura seja ordenada. Agora sabemos qual caminho devemos percorrer”, explicou a professora.

Maria Olinda Barreto, pró-reitora de graduação, expôs o trabalho desenvolvido pela pró-reitoria no aprimoramento das matrizes curriculares e de outras demandas ligadas à graduação.Ao fim do dia, o reitor da UEG, Haroldo Reimer, ressaltou  a interação como um dos principais ganhos da semana. “Foram quatro dias muito significativos. Nós conseguimos uma interação pessoal que levaríamos, no mínimo, um ano para estabelecer se fôssemos fazê-lo nas agendas apertadas do Conselho Universitário”, disse.

Ele comentou também que uma visão panorâmica da Universidade pôde ser oferecida às unidades. “Penso que essa semana, com toda a intensidade da carga formativa, possibilitou, tanto para os novos quanto para os diretores reeleitos, uma visão panorâmica da universidade. Aqui não estamos falando de utopias e ilusões, pois foram apresentados relatórios sistematicamente elaborados e formalizados. Construímos um time, um time de gestão”, finalizou Reimer. 

Notícia publicada em 30/01/2014
BR 153 Quadra Área, Km 99, Anápolis-Goiás