Estado de Goiás

  

Noticias(Todas)

Reitor discute sobre autonomia da UEG com o Governador  

Em audiência na manhã desta sexta-feira, 23, no Palácio das Esmeraldas, em Goiânia, o reitor Haroldo Reimer entregou formalmente ao governador Marconi Perillo a minuta do projeto de lei de autonomia da Universidade Estadual de Goiás aprovada pelo Conselho Universitário no início deste mês.

O Governador foi muito receptivo à proposta encaminhada e determinou à Secretaria de Estado da Casa Civil providências imediatas no sentido de agilizar o envio do projeto à Assembleia Legislativa. Marconi Perillo reiterou o seu compromisso com a consolidação da UEG. O Governador tem desempenhado papel proativo nesse processo e expressou sua satisfação no corpo do documento da seguinte forma: “Esta data é histórica! Consagra o início da plena autonomia da Universidade Estadual de Goiás. Também é a data de aniversário do ex-governador Henrique Santillo, um dos idealizadores da UEG”.

Para o reitor, também se trata de uma data histórica, pois “a regulamentação da autonomia plena da UEG constitui passo fundamental para dar respostas institucionais mais ágeis e efetivas em relação às demandas da comunidade universitária e da sociedade goiana”.

Pela proposta apresentada ao Governador, a UEG receberá do Estado os 2% da receita garantidos constitucionalmente em forma de duodécimos mensais, repassados financeiramente para conta própria da UEG. A administração e gerenciamento dos recursos financeiros também serão feitos diretamente pela Instituição, com autorizações prévias nas tramitações nos sistemas corporativos do Estado até a implantação de sistemas próprias. Outra conquista será a autonomia para decidir sobre a realização de concursos públicos para provimentos dos cargos criados em lei. A UEG deverá observar a referência de 75% para comprometimento da receita em folha de pessoal e encargos.  

O reitor tem confiança de que a regulamentação da autonomia, o efetivo repasse dos recursos e os esforços de todos os gestores da universidade darão as condições para a consolidação da UEG no cenário acadêmico brasileiro. Amostras desta consolidação é o aumento do número de mestrados próprios da UEG, passando de 2 para 7 nos últimos 18 meses, bem como o aumento gradativo no Índice Geral de Cursos (IGC - contínuo). "Depois da conquista da autonomia, com todas as responsabilidades inerentes, a conquista do ICG 4 (numa escala de 1 a 5 - hoje a UEG tem conceito 3) até o final de 2016 consagrará este processo de consolidação", expressa o reitor de forma esperançosa e confiante.

 

 

 

 

 

 


(Dirceu Pinheiro com fotos de Wagnas Cabral)

Notícia publicada em 23/08/2013.
BR 153 Quadra Área, Km 99, Anápolis-Goiás